Ginecologia

Especialidade da medicina voltada para a prevenção e tratamento de doenças no sistema reprodutor feminino (útero, vagina, ovários e trompas). Cuidando da mulher desde a infância, até a terceira idade, o ginecologista estará sempre preparado para diagnosticar para tratar dos assuntos mais íntimos da mulher.

Para um acompanhamento eficaz, é fundamental que a mulher desenvolva confiança e uma boa comunicação com o seu ginecologista, para facilitar a solução de dúvidas e a precisão dos diagnósticos. Agende uma consulta com um ginecologista pelo menos uma vez ao ano e faça os exames preventivos de rotina.

 

Temas:

Métodos Contraceptivos

Hoje em dia existem muitos métodos contraceptivos disponíveis para mulheres e homens.

Todo e qualquer método deve ser escolhido junto com seu ginecologista.

O preservativo é o único método que, simultaneamente, protege contra as infecções de transmissão sexual e a gravidez. Mas, atualmente, existem diversos métodos, incluindo: contracepção hormonal oral, contracepção hormonal injetável, implante, adesivo, dispositivos intrauterinos (DIU), preservativo masculino, preservativo feminino, diafragma, anel vaginal, métodos cirúrgicos (laqueadura/ vasectomia), espermicidas, abstinência periódica e a contracepção de emergência.

O grau de eficácia varia de método para método. Em alguns casos, como com a pílula e o preservativo, o grau de eficácia depende da forma correta e continuada de utilização do método. Alguns possuem contraindicações e efeitos colaterais. Assim, nenhum contraceptivo é o ideal para todas as pessoas, sendo necessário que a mulher procure orientação do seu ginecologista para utilizar aquele que será melhor para o seu organismo.

 

Miomatose

Milhares de mulheres convivem diariamente com a informação de serem portadoras de uma doença chamada Miomatose Uterina. O mioma é um tumor benigno de músculo liso que aparece preferencialmente no útero, e em apenas 0,5% dos casos pode se tornar câncer. Cerca de 30 a 40% das mulheres com mais de 40 anos possuem um ou mais miomas, que podem se localizar em 3 diferentes regiões do útero: na cavidade (mioma submucoso), no músculo (intramural) ou abaixo do revestimento externo do útero (subseroso).

Os miomas podem provocar sangramento vaginal abundante e por vezes dor pélvica, podendo ser tratados de forma clínica/hormonal ou cirúrgica.

Realizamos a retirada dos miomas submucosos através da cirurgia chamada Histeroscopia cirúrgica. E dos miomas intramurais ou subserosos pela Vídeolaparoscopia (minimamente invasiva) ou por Laparotomia (cirurgia aberta).

 

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

 

Endometriose

Conheça Nossas
Especialidades

A Clínica Gesta conta com os melhores profissionais nas áreas de Obstetrícia, Ginecologia e Reprodução Assistida, dando a melhor assistência a seus pacientes. Temos além de equipe Médica de excelência, o suporte de equipe de Enfermagem em Obstetrícia, Psicologia e Nutrição.